Povo do Oriente

A falange do Povo do Oriente vem se tornando rara nas casas de Umbanda, poucos os locais que tem um efetivo trabalho com os guias espirituais desta linha. A falange do Povo do Oriente trabalha associada a linha de Oxalá tendo como patrono Xangô do Oriente, sincretizado como São João Batista.

Os espíritos oriundos desta linha são de grande sabedoria e elevação espiritual,são provenientes dos mais distintos povos e culturas.
É comum durante os trabalhos do Povo do Oriente,vermos a manifestação de Ciganos, Médicos Astrais, Freis, Padres, Irmãs de Caridade, Mestres Orientais, Hindus, Maias, Sacerdotes, Xamãs, Egípcios, Caboclos, Pretos Velhos.etc.
A energia mobilizado pelo Povo do Oriente é mais sutil, estando alinhado a vibração dos chakras superiores (cardíaco, laríngeo, frontal e coronário). Durante as manifestações destes enviados, não há o uso dos atabaques, são entoados cânticos num ritmo mais lento ou são usadas músicas especificas relacionadas com a cultura dos enviados.

Suas falanges, Espíritos e Chefes:
1)Falange dos Indianos -Espíritos de antigos sacerdotes, mestres, yogues etc.Um de seus mais conhecidos integrantes é Ramatis. Está sob a chefia de Pai Zartu.
2)Falange dos Árabes e Turcos -Espíritos de mouros, guerreiros nômades do deserto (tuaregs), sábios marroquinos,etc. A maioria é muçulmana. Uma Legião está composta de rabinos, cabalistas e mestres judeus que ensinam dentro da Umbanda a misteriosa Cabala. Está sob a chefia de Pai Jimbaruê.
3)Falange dos Chineses, Mongóis e outro Povos do Oriente Espíritos de chineses, tibetanos, japoneses, mongóis etc. Curiosamente, uma Legião está integrada por espíritos de origem esquimó, que trabalham muito bem no desmanche de demandas e feitiços de magia negra. Sob a chefia de Pai Ory do Oriente.4)Falange dos Egípcios -Espíritos de antigos sacerdotes, sacerdotisas e magos de origem egípcia antiga. Sob a chefia de Pai Inhoaraí.
5)Falange dos Maias, Toltecas, Astecas e Incas -Espíritos de xamãs, chefes e guerreiros destes povos. Sob a chefia de Pai Itaraiaci.
6) Falange dos Europeus – Não são propriamente do Oriente, mas integram esta Linha que é bastante sincrética. Espíritos de sábios, magos, mestres e velhos guerreiros de origem européia: romanos, gauleses, ingleses, escandinavos etc. Sob a chefia do Imperador Marcus I.
7) Falange dos Médicos e Sábios – Os espíritos desta Falange são especializados na arte da cura, que é integrada
por médicos e terapeutas de diversas origens. Sob a chefia de Pai José de Arimatéia. Obs: Apesar da falange dos Médicos Astrais esta sob a batuta de Pai José de Arimatéia, esta tem como patrono Dr. Bezerra de Menezes conhecido como o médicos dos pobres.
Fonte: http://www.umbandagratis.com.br/#!POVO-DO-ORIENTE-NA-UMBANDA/cma4/087DB04B-A8CD-46F3-A29E-C90E6777F0AB

Em geral, a cor atribuída ao Povo do Oriente é o rosa, tendo alguns pontos cantados que fazem alusão ao povo cor de
rosa. No entanto, podem haver variações de acordo com a cor usada por cada guia. Essa falange ampara irradiando os trabalhos realizados nas sessões de cura com terapias energéticas (reiki, cromoterapia, cristais etc.). O dia atribuído as festejos dessa falange podem ser o dia 24/5, dia de Santa Sara Kali ou 24/6, dia de São João Batista.
Cristal: Ametista, Quartzo Cristal etc.
Ervas: Sálvia, Colônia, Rosa Branca, Hortelã, Alecrim, Elevante. etc.
Essência: Olíbano

O Povo Cigano é uma falange oriunda do Povo do Oriente, os ciganos são espíritos nômades, livres, filhos dos ventos,
oriundos dos mais diferentes lugares do mundo e que enfrentaram inúmeros preconceitos e perseguições. Em geral, vivem em clãs, possuem um dialeto próprio, o romani também conhecido como romanês, trabalham para o amor, prosperidade, cura etc. Ao surgirem na Umbanda, algumas ciganas encontraram espaço de trabalho na falange de Pomba Gira sendo popularmente chamadas de Pomba Gira Cigana. No entanto, muitas seguem fazendo a caridade nesta falange sem realmente serem Pomba Giras, apenas por terem este espaço para trabalharem, devido a casa não cultuar o Povo Cigano.
Porém nem todas as ciganas e ciganos aceitam trabalhar na linha de Exu, por se tratar de uma vibração muito distinta do Povo do Oriente. A linha de Exu vibra com os chakras inferiores, enquanto o Povo Cigano com os
chakras superiores.

Mas qual a diferença entre Cigana e Pomba Gira Cigana? A Pomba Gira Cigana, muitas vezes, foi uma cigana expulsa do clã, ou que tenha se perdido com o mal uso da magia, ou foram mulheres aceitas em acampamentos ciganos. Temos que ficar atentos, pois muitas ciganas se apresentam desta forma, devido a casa não trabalhar com o Povo Cigano. Já a cigana tem uma ritualística própria da linha, utiliza um dos seus nomes de clã nos trabalhos de Umbanda, não utilizam a cor preta em seus rituais. Os ciganos que usam as cor preta tiveram ligações com círculos secretos de feitiçaria.
Um estudo etimológico da língua cigana, romani, aponta ligação com dialetos indianos, desta forma se compreende
que todos os ciganos tem sua raiz no oriente, independente do local onde habitam.

Santa Sara Kali é a padroeira do Povo Cigano, sua cor é o azul celeste, sua pele é morena, seu dia é 24/5, sendo uma data festiva de muita importância para os ciganos. “A lenda mais comum conta que Maria Madalena, Maria Jacobina, Maria Salomé, José de Arimatéia e Trofino, junto com Sara, uma serva, foram atirados ao mar, numa barca sem remos e sem provisões. Desesperadas, as três Marias puseram-se a orar e a chorar. Neste momento Sara retira o diklô (lenço) da cabeça, chama por Jesus Cristo e promete que se todos se salvassem ela seria escrava de Jesus e jamais andaria com a cabeça descoberta em sinal de respeito. Milagrosamente, a barca sem rumo e à mercê de todas as intempéries, atravessou o oceano e aportou com todos salvos em Saintes-Maries-de-La-Mer. Sara
cumpriu a promessa até o final dos seus dias”.

Os ciganos recebem em suas oferendas e firmezas: velas coloridas, frutas, frutas cristalizadas, incensos, essências, cristais, punhais, flores coloridas, moedas, diferentes tipos de bebidas, chás, pães, sementes (cravo da índia, canela, noz moscada, erva doce, louro, anis estrelado, semente de girassol etc.), perfumes, medalhas fitas, lenços e panos coloridos. Também é comum vermos instrumentos como castanholas, pandeiros, violinos etc. É comum nas festividades ciganas os terreiros de Umbanda enfeitados como verdadeiras tsaras, casas ciganas, tendo fogueiras, as músicas ciganas sendo tocadas ao invés do uso de atabaques. Os ciganos utilizam diferentes oráculos, tais como: baralho cigano, cartomancia, runas, cristais, moedas, dados, dominó, tarot, borra de café, quiromancia, bola de cristal, conchas.

Os ciganos tem forte ligação com a natureza, em especial com as fases da lua e os seus mistérios, suas firmezas tem ligação direta com a irradiação lunar. Estes trabalhadores são profundos conhecedores da magia e hábeis conselheiros espirituais. Vele ressaltar, que na Umbanda os ciganos trabalham sob a regência dos Orixás. Os ciganos não tem um dia da semana especifico para o seu culto.
Ervas: casca de maça, hortelã, pétalas de rosa, noz mocada, sândalo, canela, anis estrelado, erva doce, jasmim, elevante, manjericão, folha de parreira etc.
Saudação: Optchá = Salve! Palavra de origem romani.
Cristais: todos.
Essências: De acordo com o cigano.