Pomba Gira

Pomba Gira é a contraparte, o complemento de Exu, a guardiã, a mensageira, o par, é o aspecto feminino. Ela é uma das polaridades, é a responsável por estimular os sentimentos, as emoções, é o sagrado feminino, o amor, a paixão, a vitalidade, a sensualidade, a liberdade, o prazer, a excitação, a intensidade, a força da mulher etc. Antes da anunciação da Umbanda, em 1908, já se encontram registros, em 1904, sobre Pomba Gira que é oriunda da cultura bantu, Angola, nagô-irubá oriunda do nome “Pambu Njila”. Deste nome surgem as corruptelas: Pombu Njila, que significa “O Senhor dos Caminhos”, uma das nomenclaturas de Exu nas diferentes nações africanas. Logo que Pomba Gira se manifestou foi chamada de Bombogira, Pambogira, Pombogira até chegar a Pomba Gira. Também é comum algumas casas com maior influência africanista, nomearem Pomba Giras de Leba ou Lebará. Pomba Gira Segundo Alexandre Cumino: “Se fosse interpretar isso na Língua Portuguesa, se quisesse dar uma interpretação simbólica para Pombagira nós dizíamos: ela também é uma mensageira – que a pomba e os pombos são mensageiros, é uma pomba e não um pombo porque é feminino – ela é uma mensageira e que faz as coisas acontecerem, faz as coisas girarem. E Pombagira o nome “gira” de girar nos faz lembrar uma mulher, é, se movimentando, se requebrando, girando, dançando, isso também está ligado a Pombagira que é uma energia feminina, uma energia forte, uma energia envolvente daquela que faz um par perfeito com Exu porque Exu é o vigor, a vitalidade e Pombagira é o estímulo e o desejo”. Fonte: Aula 32, p. 1, 2015, curso de Teologia de Umbanda / Umbanda EAD. Temos que desmistificar que Pomba Gira é mulher rameira, vulgar e chula. Ela é a força que rompe a repressão feminina, ela é a companheira em todos os aspectos, é libertação e a feminilidade. Pomba Gira Um dos principais símbolos da Pomba Gira é rosa vermelha, que vence os espinhos e desponta com o desabrochar da sua beleza. Vale ressaltar, que tem senhoras que nas suas firmezas pegam rosas de outras colorações, tendo correlação com o seu fundamento. Como por exemplo, Pomba Gira Rosa Negra, Pomba Rosa Amarela, Pomba Gira das Rosas, da Camandrucaiá (Jardim) etc. É comum também vermos as Pomba Giras serem presenteadas com colares, pulseiras, perfumes, batom etc. As Pombas Giras pegam as cores preto e vermelho, havendo variações de acordo com suas falanges. Em geral, sua bebida é a champanhe (comum e rose), licor de aniz, cachaça etc. As frutas relacionadas as senhoras Pomba Giras são frutas vermelhas em geral, tais como: maçã, ameixa, morango e cereja. Também é comum vermos doces em suas firmezas: bom-bocado, bombom, mil-folhas e doces com frutas vermelhas. Pomba Gira A oferenda de Pomba Gira, o padê, é a base de farinha de mesa, mel, dendê, rosas, fumo (cigarro ou cigarrilha), moedas, sidra, tomate, podendo levar frutas ou outros elementos, conforme o fundamento do Guia. As oferendas de Exu, Pomba Gira e Exu Mirim são feitas uma vez ao ano. Vale ressaltar, que nem toda Pomba Gira foi prostituta quando encarnada! As ervas associadas, além das citadas no ritual de Exu, são pétalas de rosa vermelha, canela, dama da noite, etc. Essência: Rosa Vermelha, Dama da Noite e Absinto. Cristal: Rubi, Pirita, Granada, Jaspe Sanguíneo.